Saiba Mais Sobre os Custos Diretos e Indiretos de uma Empresa

-
04/10/2019

Entender na prática quais são as diferenças entre custos diretos e indiretos pode contribuir para tornar a sua empresa mais rentável e melhorar a sua saúde financeira. Uma das grandes dificuldades de muitos gestores é a de aplicar conceitos contábeis na gestão do negócio para que possam aumentar os seus lucros sem sacrificar a sua produtividade.

O que são custos diretos e indiretos?

Esses dois conceitos têm grande relevância para uma gestão financeira efetiva, continue lendo e descubra o que são e quais as diferenças entre eles.

– O que são custos diretos?

Os custos chamados de diretos são aqueles que estão ligados a produção ou oferta do produto/serviço, isto é, sem esse custo não seria possível manter a operacionalidade do empreendimento. Esse tipo de custo se caracteriza por ser facilmente mensurável, ele é prático e pode ser colocado numa planilha.

Para que fique mais claro vou exemplificar, numa fábrica de calçados são custos diretos as matérias primas para confecção dos sapatos, a mão de obra dos trabalhadores da fábrica assim como os custos envolvidos na confecção de caixas para as embalagens. É possível mensurar sem grandes dificuldades o custo dos envolvidos no fabrico dos calçados, na compra de matérias primas e das embalagens. O nome de custos diretos não poderia ser mais adequado.

– O que são custos indiretos?

Entram nessa categoria os custos que não são facilmente relacionados aos produtos ou serviços. Para que possam ser contabilizados esses custos devem ser rateados de acordo com alguns critérios que não são tão claros, funcionam de uma forma a englobar conceitos gerais.

Continuando a tomar a fábrica de calçados como exemplo podemos encontrar custos indiretos no pagamento dos salários de funcionários como o gerente administrativo, o office-boy, o faxineiro entre outros que embora sejam muito importantes para a empresa não tem relação direta com o fabrico dos calçados. Dessa maneira os custos para a manutenção desses colaboradores são considerados indiretos já que eles não têm ligação direta com a produção final.

Para chegar a uma solução contábil é necessário avaliar o quanto o trabalho de cada um desses colaboradores representa em cada par de sapatos produzido. Em outras palavras é determinar quanto cada funcionário de ação indireta custa para a companhia para que seja possível produzir um par de calçados.

Existem outros custos indiretos como o uso de energia elétrica, aluguel do espaço em que a fábrica funciona, compra de materiais de escritório, contratação de terceirizados para segurança, por exemplo, entre outros.

Custos fixos

Quando se fala em custos é importante também falar sobre os conceitos de custos fixos e variáveis. Os custos chamados de fixos nada mais são do que aqueles que permanecem constantes, independente do faturamento da organização, ao longo do tempo sendo previsíveis.

Já os custos variáveis são aqueles, que como o próprio nome diz, variam de acordo com o aumento ou queda da produção e/ou vendas. É interessante compreender quais são os custos fixos diretos, os custos fixos indiretos, os custos variáveis diretos e os custos variáveis indiretos. Vou explicar melhor a seguir.

– Custos fixos diretos

Nessa categoria estão custos como o pagamento dos salários dos funcionários envolvidos no fabrico dos produtos ou oferta dos serviços. Independente do aumento ou queda de vendas, esses custos continuarão a existir e têm relação direta com a produção.

– Custos fixos indiretos

Um dos melhores exemplos de custo fixo e indireto é o aluguel do espaço em que os produtos de uma empresa são fabricados. O lugar não é utilizado somente pelos colaboradores da linha de montagem, por exemplo, mas pelas equipes de marketing, recursos humanos, gestão entre outras. Dessa forma se torna um custo indireto que precisa ser rateado entre todos que dividem o espaço.

– Custos variáveis diretos

Nessa categoria o exemplo principal é a aquisição de matéria prima, voltando para a fábrica de calçados, se a venda aumentar será necessário comprar mais insumos para produzir mais pares. Contudo, se por algum motivo a procura por calçados diminui também é reduzida a compra de matérias primas. Os custos com embalagem também podem ser encaixados nessa categoria, pois também variam de acordo com a demanda.

– Custos variáveis indiretos

Aqui estão custos que embora impactem no funcionamento da empresa não estão diretamente ligados a produção ou oferta de serviços e apresentam variação de acordo com a demanda. Exemplifico como os serviços de office-boy e de telefonia que podem ser mais necessários num momento de demanda mais alta.

Diferenças entre custos diretos e indiretos
De maneira geral a grande diferença entre os custos diretos e indiretos é que os primeiros podem ser relacionados diretamente ao fabrico dos produtos ou oferta dos serviços enquanto os últimos são relevantes para a realização do trabalho, mas não podem ser relacionados com a oferta de produtos/serviços em si.

Fonte: Marcus Marques

Compartilhe:

Que tal conversar sobre
Planejamento Contábil?

Agende uma visita com a nossa equipe de especialistas.