Ocupado Demais? Você Precisa Parar Com Isso

-
21/02/2019

Você está sempre ocupado demais para dar atenção para a sua vida pessoal e não vê frutos de toda essa dedicação? Saiba que ser ocupado não é sinônimo de ser produtivo e pode prejudicar o seu rendimento profissional e atrapalhar a sua vida. Atualmente, três em cada dez profissionais ativos no mercado apresentam a síndrome de Burnout que diz respeito a um esgotamento extremo desencadeado por uma rotina estressante. É importante saber a hora de parar!

Por que o status ocupado não deve ser valorizado?

Não é raro perguntarmos para conhecidos como eles estão e a resposta ser ‘ocupado’ com um misto de aborrecimento e satisfação por estar atendendo a uma necessidade criada por esses tempos de hiperconectividade. Parece se não estivermos atolados em coisas para fazer e resolver estamos sendo negligentes, porém, se deve ter bem claro que estar ocupado não é o mesmo que ser produtivo e vou mais além não deve ser algo valorizado com orgulho.

Para ser um profissional ou um empreendedor bem sucedido no mercado o ideal é que o indivíduo consiga ser eficaz em suas atividades e ter tempo para a sua vida pessoal. Dizer aos outros que está ocupado virou uma espécie de massagem no ego, o mesmo que dizer ‘veja o quanto eu sou importante e o quanto tenha capacidade de fazer’. A grande questão está no fato de que estar o tempo todo ocupado pode significar não fazer nada com a dedicação verdadeira e até mesmo deixar coisas sem fazer.

Fatores que contribuem para estarmos tão ocupados

Quando um indivíduo que se define como ocupado se distancia um pouco da situação e observa o quanto está sendo pouco produtivo (sem realizar nada de relevante) se dá conta de que é absurdo se manter nesse estilo de vida. Porém, pode ser que essa pessoa não consiga ter a compreensão de por que vive atolado em tarefas por fazer, pensando nisso listei a seguir os principais fatores que podem te colocar nesse ciclo e como evitá-los.

– Distrações por toda parte

A conectividade ao mesmo tempo em que é uma bênção é uma maldição para a produtividade. É verdade que temos muito mais facilidade para realizar projetos audaciosos de trabalho com as ferramentas de busca que temos em mãos, porém, também é verdadeiro que estamos cada vez mais desfocados devido ao uso das redes sociais.

Para que possamos ser produtivos ao invés de ocupados é essencial aprender a como reduzir o efeito das distrações como as redes sociais e a própria interação com os colegas de escritório. Algumas pessoas que têm dificuldade de concentração costumam trabalhar com intervalos entre períodos de 30 ou 40 minutos de foco total. Encontre seu método para ser mais produtivo.

– Falta de planejamento de prioridades

Há uma infinidade de aplicativos que ajudam a fazer a catalogação de tarefas a serem realizadas ao longo do dia, no entanto, simplesmente fazer uma lista não significa ir pelo caminho da produtividade. O mais relevante é ter um planejamento em que estejam claras as prioridades de cada dia, ou seja, o que você precisa fazer com urgência e o que pode ser colocado em plano secundário. Organizar a sua ‘ocupação’ é a melhor maneira de ter melhores resultados após um dia cheio de trabalho.

– Incapacidade de dizer não

Quando temos uma lista de tarefas com prioridades definidas fica mais fácil dizer não para algum pedido que atrapalhe esse planejamento. Uma pesquisa realizada com profissionais de TI demonstrou que em média eles são interrompidos em seu trabalho a cada 3 minutos sendo que os pedidos poderiam esperar em boa parte dos casos. Novamente entra em cena a valorização do status de ocupado, ser produtivo é muito mais importante da impressão que as outras pessoas terão a seu respeito.

Chegou a hora de parar de ser ocupado

Essa pressão constante de ter sempre diversas tarefas na fila para serem realizadas pode ter consequências bastante graves para o bem-estar físico e mental dos profissionais. Não ter tempo para interagir com os amigos e familiares faz com que o indivíduo se sinta estressado e perca sua motivação. Além disso, é só observar com um pouco de atenção para saber que não se está produzindo nem metade do seu poderia seguindo essa linha.

A dica prática que dou para quem constatou que está vivendo como um indivíduo ocupado e quer sair dessa situação que não faz bem em nenhum contexto é encontrar brechas nas quais possa encaixar a sua vida pessoal e outras atividades que são relevantes para compor uma vida saudável. Pode parecer complexo fazer essa mudança agora, mas saiba que basta começar a desvalorizar a ideia de estar ocupado para encontrar uma forma mais equilibrada de trabalhar e descansar.

Fonte: Blog Marcus Marques

Compartilhe:

Que tal conversar sobre
Planejamento Contábil?

Agende uma visita com a nossa equipe de especialistas.