O Que é Ticket Médio e Por Que Essa é uma Métrica Importante?

-
30/09/2019

Saber o que é ticket médio é fundamental para quem deseja realizar um acompanhamento mais próximo do desempenho do seu empreendimento. Analisar o retorno que os pedidos oferecem para o negócio é crucial para que seja possível determinar quais são as melhores estratégias de posicionamento no mercado. Em muitos casos é possível mudar a sua visão a partir da análise dessa métrica que foca na média de valor por venda.

Entenda o que é ticket médio

A métrica conhecida como ticket médio é uma das mais relevantes para determinar o sucesso de uma companhia diante dos seus clientes. Basicamente se refere ao valor médio gasto em cada pedido, isso permite avaliar quanto os seus clientes estão investindo no seu negócio em média. Esse indicador permite medir mais do que apenas faturamento, ele oferece uma visão mais próxima em relação à forma como os consumidores interagem com a sua marca.

Qual a importância do ticket médio?

Trata-se de uma métrica que contribui para a análise da saúde financeira do seu negócio, pois mesmo que se tenha um número positivo no final do mês é necessário saber se os pedidos estão realmente oferecendo a base para manter o empreendimento no mercado. Algumas empresas demoram para detectar que têm um problema operacional e/ou com suas finanças porque não observam o volume baixo de vendas por pedido.

Em alguns modelos de negócios vender um valor alto por mês pode não ser o suficiente haja vista que isso não cobre os custos para manter o processo produto e/ou de atendimento na ativa. Pode tornar-se oneroso manter o negócio funcionando num contexto geral, se aumentar o valor médio dos pedidos isso pode ser devidamente resolvido. Além disso, com a identificação do valor médio de faturamento por pedido o gestor pode identificar oportunidades para aumentar o seu faturamento.

Como realizar o cálculo do ticket médio?

O cálculo dessa métrica é relativamente simples, comece determinando um período de análise. Em seguida tenha conhecimento das duas variáveis relevantes, o total faturado e também o número de pedidos realizados durante esse período. Para chegar ao valor de ticket médio basta dividir o faturamento pelo número de pedidos para chegar ao valor médio.

Vou deixar mais claro por meio de um exemplo, a organização X faturou R$ 150 mil em três meses tendo realizado um total de 500 pedidos. Usando a lógica mencionada acima chegamos ao valor de ticket médio de R$ 300 (150.000 / 500). Dessa forma essa companhia apresenta um valor médio de vendas de R$ 300,00 por pedido realizado.

Qual a frequência de cálculo do ticket médio?

Agora que você já sabe o que é ticket médio, qual a sua importância e como calculá-lo deve estar se questionando com que frequência deve observar essa métrica. Como se trata de um indicador muito relevante é crucial observá-lo mensalmente, até para avaliar se as estratégias empregadas pelas equipes de marketing e vendas estão obtendo resultados positivos.

3 Dicas para aumentar o ticket médio

Se após calcular o ticket médio você percebeu que o seu valor está abaixo do esperado vai gostar das dicas que listei a seguir de como aumentar o faturamento médio dos seus pedidos.

1 – Combos

Oferecer combinações de produtos para que o cliente feche um pedido maior é uma estratégia interessante para alavancar o valor médio dos pedidos. A ideia é simples oferecer desconto para a compra de mais produtos de uma vez. Crie uma vantagem na compra de alguns produtos juntos sem necessariamente atrelar a compra de um ao outro.

Coloque no combo produtos que tenham alguma relação e faça um estudo de margem de lucro para determinar descontos que não irão causar prejuízos a longo prazo. Lembre-se de que não se pode promover o que o mercado entende como venda casada que é a relação de obrigatoriedade da compra de um item para poder levar o outro.

2 – Frete grátis

No que diz respeito à lojas virtuais uma das estratégias mais assertivas para aumentar o ticket médio é oferecer um valor mínimo de compras para que se tenha frete grátis. Boa parte das pessoas prefere gastar mais do que tinha previsto na loja e não pagar o transporte.

Para que essa condição não acarrete em problemas financeiros para a sua companhia é essencial que você estude com atenção a margem de lucros dos seus produtos, bem como negocie melhores condições com a transportadora ou serviço de entregas.

3 – Indique produtos relacionados

Isso vale tanto para uma loja virtual como para uma venda presencial, é possível fazer com que o cliente se interesse em levar mais produtos do que inicialmente tinha previsto. Em muitos casos a pessoa nem sabia que tal produto existia e estava disponível na sua loja. Por exemplo, quem está procurando por uma mochila para acampamento pode se interessar pela garrafa térmica que pode ser acoplada a mesma.

Fonte: Marcus Marques

Compartilhe:

Que tal conversar sobre
Planejamento Contábil?

Agende uma visita com a nossa equipe de especialistas.