Como entrevistar um candidato com perguntas criativas e eficientes?

-
11/10/2019

O processo de recrutamento e seleção de candidatos a uma vaga de emprego é algo extremamente detalhado. De fato, ele deve ser assim — ao menos para as empresas que desejam ter colaboradores que se encaixem como uma luva em seus quadros. Nesse contexto, as dinâmicas de grupo até podem cumprir um papel interessante. No entanto, um processo seletivo que se preze submeterá os candidatos a uma entrevista. A grande questão que se coloca é: como entrevistar um candidato?

Afinal de contas, essa etapa decisiva do processo seletivo jamais deve se resumir a uma lista de perguntas aleatória. Existe uma série de cuidados a serem tomados antes mesmo da entrevista em si.

O gestor precisa se preparar adequadamente, antecipando-se à própria entrevista. Desse modo, é até possível que, com a entrevista em curso, surjam perguntas criativas, totalmente pertinentes e coerentes. Essas perguntas são cruciais e determinantes para que a avaliação de cada candidato seja a mais completa possível. Assim, você encontrará o candidato ideal para aquela vaga.

Imagine o risco de perder um grande talento, bem ali na sua frente, simplesmente por não realizar as perguntas “certas”? É o que acontece com muitas empresas.

Quer conduzir uma entrevista realmente capaz de ajudar a empresa a encontrar os melhores profissionais do momento? É preciso saber o que perguntar e como perguntar. Continue a leitura e aprenda a realizar entrevistas customizadas com todos os seus candidatos.

Como deve ser a preparação para uma entrevista?

Comecemos pelo princípio, ou seja, pelo que deve ser feito antes de ir para uma sala de entrevista. Uma entrevista bem-feita passa longe de apenas marcar um dia e horário no celular. Há alguns pontos que precisam ser observados.

Um dos primeiros aspectos condiz à análise do cargo em si. Sempre é bom lembrar que cada cargo da empresa exige um conjunto de competências técnicas. O grau de complexidade dessas habilidades tende a variar, de acordo com as funções inerentes ao cargo.

Essa espécie de mapeamento de todas as atribuições ligadas à vaga é imprescindível para que você consiga escolher os melhores colaboradores. Ele é imprescindível para que descubra se a pessoa, sentada a sua frente, está, de fato, apta a executar o que se espera dela.

Nesse momento, é importante analisar o currículo do candidato de forma minuciosa. Uma investigação criteriosa do currículo já é suficiente para gerar diversas dúvidas. Todas elas devem ser anotadas, pois ajudarão a compor o leque de perguntas da entrevista de emprego.

Durante a entrevista, é igualmente necessário criar um ambiente agradável. Não se trata apenas de uma regra de etiqueta. Bastar ressaltar que uma entrevista bem-sucedida é aquela capaz de produzir respostas espontâneas, que são as mais valiosas para o entrevistador. Não é em um ambiente tenso que você atingirá tal objetivo.

Portanto, vale a pena estudar alguns conceitos relacionados à postura corporal. Some-se a isso a adoção das técnicas de rapport, vinculadas ao exercício da empatia. Há alguns gestos e comportamentos fundamentais para que a entrevista seja confortável, em vez de inibidora, como:

  • cumprimentar o candidato com um sorriso — indica que a pessoa é bem-vinda ao local;
  • chamar o candidato pelo nome — a personificação faz com que o candidato se sinta respeitado e importante. Nessa condição, ele fica mais disposto a falar sobre si;
  • imitar a postura corporal e gestual do interlocutor — trata-se do famoso espelhamento, determinante para transformar a entrevista em uma conversa;
  • falar com um tom de voz sereno — calma gera calma, o que ajuda a tranquilizar o entrevistado mais rapidamente, deixando mais confortável.

Tudo o que foi dito até aqui é mais do que primordial para que você saiba como entrevistar um candidato. Falta, então, elaborar um bom roteiro de perguntas. Você não precisa se limitar a ele, mas tê-lo em mãos facilita e muito o processo.

Se você seguir as dicas anteriores de ambientação da entrevista, é provável que tudo flua naturalmente. A seguir, nós apresentaremos algumas dicas relacionadas às perguntas em si.

Quais as melhores perguntas para avaliar comportamento e habilidades?

Em termos comportamentais, algumas perguntas não podem faltar em uma entrevista de emprego. Confira as principais que separamos para você.

Como você descreveria o seu último líder?

Nesse momento, é importante que você faça a pergunta do modo mais natural possível e observe a reação imediata do candidato. Na verdade, a primeira resposta será dada pelo corpo da pessoa, que revelará se a pergunta provocou algum desconforto.

Como era a sua relação com os seus colegas de trabalho?

Aqui, o interessante é verificar qual é o nível de relacionamento interpessoal do candidato. O fato de ele pertencer na área de análise de sistemas, por exemplo, não justifica um comportamento marcado pelo isolamento. Como o sucesso do departamento depende de relações interpessoais saudáveis. Para averiguar a veracidade da resposta, peça para que o candidato enriqueça-a por meio de exemplos, que falam por si.

Qual costuma ser a sua reação diante de uma orientação que considera improdutiva para uma determinada tarefa?

Em um primeiro momento, esse questionamento destaca qual é o grau de respeito do candidato às posições hierárquicas da empresa. Além disso, a pergunta é importante por verificar se ele está habituado a fornecer ideias mais efetivas do que aquela indicada.

Conforme essa e outras respostas, é possível constatar se o candidato é propenso a acatar tudo sem questionar. Ele também pode demonstrar que respeita as orientações, mas se preocupa em fornecer alternativas que, talvez, sejam mais eficazes.

Quais são as perguntas criativas feitas em entrevistas de grandes empresas?

Nada melhor do que aprender com os melhores, não? Você não precisa se preocupar em efetuar exatamente as mesmas perguntas dos processos conduzidos por grandes empresas.

Contudo, ter em vista alguns arquétipos é uma boa maneira de desenvolver perguntas criativas, principalmente para os candidatos das novas gerações. Confira alguns exemplos:

  • quais são as músicas que melhor definem a ética adotada por você no ambiente de trabalho — Dell;
  • como você descreveria a Google para uma criança de 5 anos? — Google
  • considerando uma escala de 0 a 10, qual nota você me daria como entrevistador? — Kraft Foods

Perceba que essas perguntas objetivam testar, em primeiro lugar, qual é a rapidez de adaptação do candidato a perguntas inesperadas. Além disso, perguntas inusitadas exploram o poder criativo do candidato. Em resumo, é como se fosse um teste de reflexo cognitivo.

Fonte: Blog Fortes Tecnologia

Compartilhe:

Que tal conversar sobre
Planejamento Contábil?

Agende uma visita com a nossa equipe de especialistas.