Como Abrir uma Microempresa de Baixo Investimento?

-
06/06/2019

Você se pergunta como abrir uma microempresa mesmo tendo pouco capital para investir? Saiba que muitos empreendedores têm excelentes ideias de negócios e não têm condições de fazer um aporte tão significativo, porém, isso não é um impedimento para que realizem seus sonhos. O mais importante é saber como alinhar o valor de capital disponível a sua ideia de empreendimento.

6 Dicas de como abrir uma microempresa com um investimento baixo

Antes de se complicar entrando em dívidas de empréstimos bancários saiba que é possível iniciar uma microempresa com o capital que você já tem. Ainda que seja um valor pequeno se for usado com assertividade permite posicionar o seu empreendimento no mercado e se consolidar a longo prazo. Abaixo listei dicas para quem está vivendo essa situação e precisa fazer com que seu investimento renda mais.

1 – Coloque os gastos na ponta do lápis

Independente de que tipo de negócio você pretende abrir é essencial saber que terá algum custo. Então antes de partir para a grande aventura do mercado indico que todos os custos sejam colocados na ponta do lápis. Com um panorama completo do que é necessário para que a microempresa comece a operar e se mantenha saudável financeiramente a longo prazo, é possível considerar se o valor que você tem nesse momento é suficiente ou está muito abaixo.

No caso do negócio demandar um investimento muito maior do que você tem, cabe fazer duas considerações, a primeira se talvez não seria mais interessante pensar em outro tipo de empreendimento para investir e a segunda se é possível conseguir um empréstimo. Se for seguir pelo pedido de empréstimo procure as opções com menores juros e somente do valor necessário. Algumas pessoas se empolgam no momento da solicitação e acabam criando uma bola de neve para o futuro.

2 – Tenha um plano de negócios

Quem decide investir o pouco capital que possui na abertura de uma empresa deve fazê-lo com o máximo de assertividade. Antes de começar a investir efetivamente é importante ter um plano de negócios em que a viabilidade do empreendimento seja verificada. Estude o mercado para saber se ele está saturado, estável ou se encontra num momento de plena expansão.

Estabeleça metas e etapas para que elas sejam realizadas a médio e longo prazo. Estruture a entrada da sua empresa no mercado e como garantir que tenha chances reais de ser bem-sucedida. Nessa fase de planejamento é válido pedir a opinião de conhecidos para ter certeza quanto a possibilidade de efetividade no mercado.

3 – Escolha um segmento em que tenha expertise

Uma forma de conseguir abrir uma microempresa com pouco capital é escolher um segmento de atuação em que se tenha expertise. Assim os custos para desenvolvimento do negócio são significativamente reduzidos. Aliás, como a empresa começará pequena é possível até mesmo que só você, o fundador, atenda num primeiro momento. Conforme a demanda for crescendo é possível investir em ter colaboradores para te auxiliar. É bastante saudável que o aumento da demanda da sua companhia seja a responsável por sua expansão.

4 – Considere plataformas online

Se você pretende comercializar produtos além de ter uma loja física pode considerar em expandir os limites do negócio usando a internet. Hoje em dia, existem diversas plataformas online que permitem a criação de lojas virtuais. Fica a dica somente de considerar se a sua companhia poderá atender a todo o Brasil ou não. Vendas online criam a possibilidade de expandir significativamente a sua demanda, porém, é importante estar pronto para atender aos interessados.

5 – Criatividade para usar os seus recursos

Se os recursos são escassos o mais importante é usar a sua criatividade para usá-los da maneira mais assertiva quanto possível. Por exemplo, se você tem facilidade com o conserto de eletrodomésticos, mas não tem muito espaço físico disponível para atender aos clientes pode determinar que o balcão ficará num ponto visível e a oficina numa área dentro do seu imóvel.

Considere as ferramentas que você tem e de que maneira elas podem ser usadas para atender aos seus clientes da melhor forma possível. Planeje como fazer com que o crescimento do seu empreendimento financie a sua longevidade.

6 – Procure um sócio

Ao perceber que mesmo usando a sua criatividade está difícil manter o empreendimento aberto procure pela ajuda de um sócio que possa se tornar investidor da ideia. Assim como você mais pessoas podem se interessar em levar a companhia para o mercado fazendo o aporte de que ela necessita. No entanto, é essencial fazer uma seleção criteriosa do seu eventual sócio, pois não esqueça que essa pessoa irá tomar as decisões da sua organização ao seu lado.

Fonte: Marcus Marques

Compartilhe:

Que tal conversar sobre
Planejamento Contábil?

Agende uma visita com a nossa equipe de especialistas.