7 dicas de como diminuir o turnover na empresa!

-
26/06/2019

Dominar como diminuir o turnover é um passo estratégico de gestão. Afinal, esse índice reflete o nível da rotatividade de funcionários, e a mão de obra ainda é um dos principais recursos de uma empresa. Por isso, é fundamental criar mecanismos para equilibrar o fluxo entre admissões e demissões.

Além de impactar diretamente na força de trabalho, uma taxa muito elevada de turnover afeta a saúde financeira de forma expressiva. A começar pelos altos custos da saída de funcionários, como rescisões e pagamentos de outras obrigações trabalhistas.

Isso sem contar as despesas para encontrar os substitutos, uma vez que serão necessários processos seletivos e treinamentos. Diante desse quadro, é crucial criar táticas que estimulem a retenção de talentos. Quer saber como diminuir o turnover na sua organização? Então acompanhe as sete dicas deste post. Confira!

1. Combata as desavenças nos relacionamentos

Para reduzir a saída de colaboradores, um bom conselho é exterminar rivalidades entre colegas, algo muito nocivo para o andamento do trabalho. Afinal, não se pode negar que funcionários felizes são mais produtivos e eficientes.

Com um clima de competitividade exagerado, as pessoas tendem a ficar mais estressadas, o que traz consequências negativas para o ritmo produtivo. Dessa forma, por mais que pareça banal, coloque o incentivo à união do time como parte do seu planejamento estratégico.

Quando um projeto ou tarefa obtiver êxito, elogie o grupo, e não apenas os superiores. Mande e-mail com cópia a todos e até mesmo às pessoas de outros setores. Isso vai contribuir para que indivíduos se enxerguem como parte de uma equipe. Tal sensação de pertencimento é ótima para neutralizar rixas.

Outra dica é promover eventos simples para que haja interação social. Pode ser uma festinha todo último dia do mês para celebrar os aniversários daquele período. Almoço fora da companhia no final do ano também é bastante bem-vindo.

Mais uma dica é garantir um ambiente fisicamente aconchegante. Por essa razão, assegure a ergonomia dos móveis, condições de temperatura adequadas ao clima da sua cidade e afaste os ruídos com isolamento das paredes. Essas providências serão muito úteis para acabar com o mau-humor.

Com menos motivos para a irritabilidade, as pessoas costumam ser mais tolerantes umas com as outras. Afora isso, você pode partir para estratégias mais ousadas, dependo do perfil do negócio. Há companhias que patrocinam massagens e até permitem que os colaboradores trabalhem ao lado de seus animais de estimação.

2. Ofereça bons salários e benefícios

Antes de barganhar mão de obra barata, faça as contas dos gastos com demissões, processos seletivos e treinamentos. É bem provável que você chegue à conclusão de que pagar salários baixos não compensa. Também não adianta perder dinheiro.

Por isso, aprender como diminuir o turnover esbarra em estar por dentro dos valores pagos no mercado em que você atua. Faça uma boa pesquisa junto a concorrência e ofereça vencimentos compatíveis. Se não for possível dispor do maior rendimento, não permita que sua empresa fique entre as piores.

Também são bastante positivos os programas de benefícios, bônus, prêmios etc. Por exemplo: quando não der para emendar um feriado, permita que o profissional faça um home office. Planos de saúde, convênios com lojas, patrocínio para cursos, auxílio-creche são outras medidas que dão muito resultado.

3. Capriche no processo seletivo

Empresas com altos índices de turnover, geralmente, investem pouco tempo e recursos nos processos de admissão de trabalhadores. Esse é um erro administrativo bem grave.

Por essa razão, nunca é demais pensar sobre as características de cada vaga. Afora as aptidões técnicas do serviço, lembre-se de verificar as habilidades comportamentais. O funcionário precisa se encaixar à cultura organizacional da companhia.

Quando você contrata mão de obra que se identifica com a empresa, há mais chance de ela passar mais tempo trabalhando nesse lugar. Programas de informática são excelentes saídas para ajudar você a afunilar a fila de candidatos. Desse modo, você evita marcar entrevistas com pessoas fora do perfil, algo que toma tempo demais de um gestor, além de ser infrutífero.

4. Estabeleça uma cultura organizacional saudável

Mais uma providência essencial para as empresas que querem descobrir como diminuir o turnover é instituir uma cultura corporativa saudável. Trata-se de ter uma espécie de código de ética que direciona a maneira de trabalho, bem como os relacionamentos.

São princípios que devem ser cumpridos por todos, independentemente do cargo. Um ambiente tóxico vai atrapalhar as suas iniciativas para combater o excesso de competição, do qual falamos no começo deste post.

Desse modo, funcionário que age de forma desonesta não deve ser recompensado, ainda que ele tenha trazido altos ganhos financeiros para o negócio. Além de provocar a saída de bons profissionais, uma cultura organizacional nociva afasta novos talentos.

Isso porque a reputação negativa se espalha no mercado. Assim, vai ficando cada vez mais difícil tanto conter a perda de mão de obra qualificada como renová-la.

5. Invista na formação de novos líderes

Muitos bons profissionais resolvem sair de uma companhia não por causa do salário ou do serviço em si. Cada vez mais, chefes estressados, truculentos e impacientes espantam colaboradores de alto nível.

Por isso, uma forma muito eficiente de encontrar respostas para como diminuir o turnover é ensinar a liderar. Invista em cursos de Gestão de Pessoas para que os superiores saibam lidar com os subalternos. Há excelentes profissionais, com muito know-how no negócio, mas que são completamente inábeis em cargos de comando.

São pessoas que gritam, falam palavrões e até descontam seus contratempos pessoais na equipe. Na contramão disso, chefes respeitados provocam inspiração e conseguem aumentar o engajamento de todos nas tarefas e metas.

6. Crie planos de carreira

Assim como a empresa tem ambição de crescer, os funcionários também. Por isso, os planos de carreira são um dos melhores atrativos para reter pessoas talentosas. É perfeitamente possível conciliar os interesses da organização com os dos colaboradores.

Tanto que acabamos de falar sobre a importância dos líderes. Muitas vezes, apostar na prata da casa pode ser mais fácil do que encontrar gente bem-preparada na rua. Sendo assim, ofereça um planejamento de promoções com condições claras e também com tempo pré-definido.

Esses planos devem ser divulgados dentro e fora da corporação. Ao perceber que terá chances concretas de ascensão na carreira em uma empresa, qualquer contratado pensará mil vezes antes de sair. Mais do que isso: há uma forte tendência de eles se dedicarem ainda mais, a fim de realmente cumprirem as exigências desse programa.

7. Conte com suporte tecnológico

Tudo isso que mencionamos é muito bonito, mas não funcionará com uma equipe de Recursos Humanos (RH) sobrecarregada. Por essa razão, adote um software de Gestão de Pessoas que sirva de apoio para as obrigações diárias.

Com soluções de informática de ponta, dá para automatizar tarefas cotidianas como fechamento da folha de pagamento e seus encargos. Alguns desses programas, inclusive, emitem relatórios com o balanço de admissões e demissões. Isso proporciona uma leitura em tempo real das taxas de turnover.

Afora isso, com menos trabalho para fazer manualmente, o RH pode se dedicar mais às estratégias para reter a boa mão de obra. Se o time de RH tem dificuldades até para fechar a folha, como vai implementar uma política de bonificação, não é mesmo?

Descobrir como diminuir o turnover, portanto, exige certo esforço, mas não é nada de outro mundo. Com o planejamento e orientações certas, você vai identificar e manter os talentos na empresa. Além disso, conseguirá mais mão de obra qualificada e também evitará problemas trabalhistas.

Fonte: Blog Fortes Tecnologia

Compartilhe:

Que tal conversar sobre
Planejamento Contábil?

Agende uma visita com a nossa equipe de especialistas.