Plano de negócios para restaurantes: como construir o seu?

-
17/10/2018

Montar um bom plano de negócios é fundamental para quem deseja empreender com sucesso. Com essa ferramenta diante dos olhos, é possível estabelecer a melhor forma de atuação no mercado, definir metas, analisar gastos fixos e orientar as diretrizes do negócio, seja na fase inicial de todo o processo, seja mais adiante, a fim de garantir a manutenção da atividade empresarial.

Quem tem interesse em abrir um restaurante não deve deixar essa etapa de fora. É naquele documento que vão constar as diretrizes para o seu negócio, desde a definição do público-alvo e das condições de mercado e atividades desenvolvidas até a sua melhor condução e manutenção, contemplando todas as etapas a serem seguidas para o desenvolvimento de um projeto sólido.

Se você está disposto a investir nessa atividade, este artigo traz uma série de informações necessárias à construção de um bom plano de negócios para restaurante, o que poderá fazer a diferença para a obtenção de resultados satisfatórios. Confira!

Quais as etapas de um bom plano de negócios?

Um bom plano de negócios deve indicar claramente o público que se pretende alcançar, o local de instalação, o tipo de serviço e o horário de atendimento. Deve definir, ainda, a colocação da marca no mercado, o levantamento de fornecedores e o investimento necessário para a implantação do empreendimento, assim como um capital de giro exigido para a manutenção das atividades nos primeiros meses.

Defina o público-alvo

Essa tarefa possibilita identificar quem serão seus clientes, a faixa etária, a condição social e financeira, os interesses e hábitos. Isso o orienta sobre o que é fundamental sobre a clientela em potencial, a qual precisa estar adequada à localização e ao serviço que será prestado.

Selecione o local adequado

É importante que sejam observados os atrativos da região, dando preferência a locais com grande fluxo de pessoas. Especialmente as que você estabeleceu como o público ideal para seu empreendimento, como universidades, rodoviárias, metrôs, entre outros.

Observe, ainda, junto à Prefeitura e ao Corpo de Bombeiros, se a região apresenta alguma restrição ao negócio. Os empreendimentos do setor alimentício, por exemplo, devem trazer a autorização de funcionamento dada pela Vigilância Sanitária.

Decida o tipo de serviço a ser ofertado

Após a identificação do público-alvo e a escolha do local adequado, é o momento de decidir quais serão as características do empreendimento. Você escolherá sua temática, o cardápio, o horário de funcionamento e o sistema de serviço. É importante estudar as necessidades dos clientes potenciais e da localidade, para que o atendimento seja condizente com a realidade do mercado.

Defina os investimentos necessários

De posse das informações citadas acima, é o momento de realizar uma análise do capital necessário para a implantação do estabelecimento alimentício já delineado. Observe que o valor máximo do investimento deve ser calculado com base no faturamento previsto, caso contrário, os lucros podem demorar muito para cobrir os investimentos que fará.

Descreva todos os dados referentes aos custos para a implantação do projeto, como: fornecedores, equipamentos, manutenção, limpeza, funcionários, estoque de mercadorias, divulgação e posicionamento da marca. Não deixe de pesquisar fornecedores e fique atento aos prazos de entrega e à qualidade dos produtos.

Seja realista e considere a necessidade de um capital para manutenção do negócio nas primeiras semanas, caso surja algum imprevisto. Os gastos com encargos e impostos sobre as operações financeiras podem ser minimizados com uma estratégia eficiente.

Está pronto para estabelecer uma estratégia?

Concluídas as etapas anteriores, é possível criar um programa de atuação eficaz e satisfatório. Entretanto, para alcançar os melhores resultados, é importante buscar um profissional ou uma empresa especializada, para orientar você em todas as etapas da elaboração do seu plano de negócios para restaurante, sobretudo, nas questões contábeis e financeiras.

Com tantas dicas interessantes, você será capaz de começar hoje mesmo a construir o seu plano de negócios. O que está esperando?

E, se quiser ver outras dicas tão ricas como essas, assine a nossa newsletter e receba conteúdos atualizados no seu e-mail.

Compartilhe:

Que tal conversar sobre
Planejamento Contábil?

Agende uma visita com a nossa equipe de especialistas.