4 indicadores de produtividade para medir o desempenho da empresa

-
18/07/2019

Os indicadores de produtividade consistem em ferramentas frequentemente aplicadas na gestão das empresas, com a finalidade de analisar a eficiência e o rendimento dos processos das organizações.

Ou seja, eles servem para mensurar a quantidade de recursos que o negócio utiliza para gerar determinado serviço ou produto.

Vale salientar que, por meio de um controle concreto dos processos e com informações confiáveis e constantemente atualizadas, os indicadores de produtividade permitem corrigir e perceber antecipadamente as eventuais adversidades e irregularidades nas práticas organizacionais, prevenindo e reduzindo custos para os clientes e para a própria empresa.

Sabendo da importância do tema, preparamos este post com 4 indicadores de produtividade que servem para medir o desempenho da empresa. Confira!

1. Qualidade

A qualidade está diretamente relacionada à satisfação dos seus consumidores. Não adianta produzir bastante se, no final, o serviço entregue não atingir as expectativas dos clientes. Logo, é preciso balancear a elevada produtividade com qualidade.

Com isso, analise os números que indicam a qualidade do serviço prestado — pode ser a quantidade de elogios dos consumidores, a taxa de entregas dentro do prazo estabelecido ou a diminuição na quantidade de reclamações, por exemplo.

Esses são modelos de indicadores de produção que têm relação com a qualidade dos serviços prestados pela sua empresa.

2. Capacidade

Nesse indicador é preciso confrontar os recursos que sua empresa apresenta com a quantidade e qualidade de entrega que pode fazer. Dessa maneira, é possível estabelecer metas coerentes com o que o negócio é capaz de entregar, sem prometer algo que não seja possível realizar com eficiência.

Para conseguir ter certeza desse indicador, observe o maquinário e a quantidade de trabalhadores e, a partir disso, estabeleça o que realmente consegue fazer. Isso fará você se certificar se existem partes da empresa pouco utilizadas ou, ao contrário, se algum setor está funcionando acima do suportado.

3. Competitividade

É importante lembrar que sua empresa não está sozinha na área de atuação. Nesse sentido, é primordial avaliar como se encontra a competitividade no setor e realizar ações que destaquem a sua organização da concorrência.

A ideia principal é comparar a sua organização com outras do mesmo ramo. Perceba em qual parte do mercado que ela está inserida, qual a dimensão dela em relação às outras e se os seus números são parecidos com os desses negócios. Desse modo, você ajusta as suas ações para melhorar os resultados do empreendimento.

4. Estratégicos

Esses indicadores ajudam a mensurar se os objetivos e as metas estão sendo alcançados. Normalmente, são medidos dentro de um determinado tempo e seu objetivo principal é contribuir nas decisões estratégicas da empresa.

A variação no número de vendas em certo período é um indicador que revela uma tendência de alta ou queda.

Dessa maneira, conhecendo esse dado, o gestor consegue tomar decisões estratégicas para melhorar o resultado no período seguinte e, assim, elevar a produtividade, pois quando percebe que as vendas estão ficando apenas abaixo do esperado, é fundamental mudar as estratégias de vendas.

Portanto, trabalhar com esses indicadores de produtividade vai muito além de gerenciar o que está acontecendo na companhia. Essa é uma maneira de monitorar os processos, procurando sempre otimizá-los para conseguir alcançar os propósitos estratégicos. Sendo assim, é possível obter informações mais mensuráveis e precisas a respeito de cada etapa da atividade empresarial.

Gostou de saber o 4 indicadores de produtividade para medir o desempenho da empresa? Então, que tal saber mais sobre planejamento estratégico, tático e operacional e entender para onde está indo a sua empresa?

como-abrir-uma-empresa-5-passosPowered by Rock Convert
Compartilhe:

Que tal conversar sobre
Planejamento Contábil?

Agende uma visita com a nossa equipe de especialistas.