4 dicas para aumentar produtividade da transportadora

-
26/09/2018

Produtividade sempre foi o termo mais repetido nas organizações. Podemos defini-lo como um mix entre a potencialização de resultados e a otimização de recursos de uma organização.

No final, o que se espera é a melhoria do desempenho em todos os sentidos, envolvendo desde os colaboradores até os sistemas utilizados internamente.

Em uma transportadora não é diferente, é claro. Aumentar o nível de produção é sempre uma constante nessa área. É justamente por esse motivo que resolvemos trazer, no post de hoje, um guia com quatro dicas para aumentar a produtividade da transportadora. Confira tudo isso logo a seguir!

1. Comece pelo planejamento

O planejamento é o primeiro passo para garantir a produtividade da transportadora. É nesse momento que você pode “desenhar” os processos internos e começar a entender como as coisas vão funcionar no negócio.

É durante o planejamento, ainda, que você vai definir os indicadores de desempenho. São os termômetros para você acompanhar de perto os resultados mais importantes da sua organização.

Para concluir, é ainda no planejamento que você identifica todos os gargalos de produção, o que é fundamental para eliminá-los e garantir o máximo de desempenho na sua empresa. Esse, no entanto, é um ponto que veremos logo em seguida.

2. Elimine os gargalos de produção

Por que falar sobre gargalos de produção? Simplesmente porque eles representam o extremo oposto de produtividade. Os gargalos nada mais são do que pontos no processo produtivo que representam ameaças, como desperdícios de recursos da empresa, retrabalho, entre outros.

É o que ocorre quando as rotas de uma transportadora não são bem planejadas, por exemplo. É importante identificar todos os gargalos de produção para eliminá-los, pois podem prejudicar não só a produtividade da organização como a sua própria saúde financeira.

3. Otimize os sistemas internos

Outra dica importante para garantir a produtividade da transportadora é a otimização dos sistemas internos. Afinal, a automação é parte integrante de qualquer empresa do ramo, pois são os sistemas que garantem a fluidez dos processos, o controle de dados, entre muitas outras coisas.

É justamente por isso que é fundamental contar com o suporte de softwares internos que realmente atendam às suas necessidades. O ERP (Enterprise Resource Planning) ou software de gestão de cargas e frota, por exemplo, precisa ser desenhado especificamente para o seu ramo de atuação, garantindo a cobertura de todas as suas demandas

4. Mantenha a manutenção da frota em dia

Claro que, se estamos falando da produtividade da transportadora, não poderíamos deixar de lado a manutenção da frota, não é verdade? Afinal, é preciso garantir que todos os veículos estejam em pleno funcionamento para não deixar de atender a nenhuma demanda.

A manutenção preventiva, portanto, é uma obrigação para manter a produtividade da transportadora. Ainda mais importante que isso é o treinamento dos colaboradores. É preciso que eles saibam usar todas as ferramentas da empresa da melhor forma possível, e isso envolve a frota. Assim, é possível preservá-la.

O que achou do nosso post de hoje? Se quiser ficar por dentro de mais conteúdos como este, acompanhe nossas mídias sociais!

Autor – Adalberto Ferreira

Compartilhe:

Que tal conversar sobre
Planejamento Contábil?

Agende uma visita com a nossa equipe de especialistas.