Custos ou despesas: como identificá-los dentro do financeiro da empresa?

-
13/03/2020

Entender cada item do relatório financeiro da empresa é fundamental para que a tomada de decisão do negócio seja baseada em números concretos e garantir a eficácia dos resultados esperados. Isso porque diversos são os itens que envolvem esse documento, como investimentos, lucros, entre outros, sendo que alguns podem parecer a mesma coisa. Por este motivo, mostraremos a diferença entre custos ou despesas, já que são alguns dos termos que mais geram dúvidas entre os gestores.

Quer saber como diferenciá-los e garantir uma gestão segura e livre de erros que podem prejudicar o caixa da companhia? Então, continue a sua leitura!

Quais são as principais diferenças entre custos ou despesas?

Veja a seguir as principais características de cada um e como eles se diferenciam.

Custos

É a quantia gasta para a produção do bem ou serviço fornecido pela organização, ou seja, para a execução de sua atividade principal. Por exemplo, matéria-prima, equipamentos, energia-elétrica, materiais de limpeza e demais.

Trata-se de um componente fundamental na rotina de qualquer negócio, tendo em vista que é por meio de tudo o que é registrado como custo que a empresa consegue operar. Dessa forma, para elevar a produção, geralmente é necessário aumentar os custos. Eles podem ser classificados em:

  • custos diretos: é o tipo de investimento ligado ao desenvolvimento do produto ou prestação de serviço, como insumos e mão-de-obra;
  • custos indiretos: trata-se do investimento direcionado à produção de produtos e serviços de forma indireta, como manutenção e energia elétrica.

Despesas

São valores aplicados em outros setores da instituição, em atividades sem vinculação direta com a produção, mas que são essenciais para a rotina e o funcionamento da operação, por exemplo, investimento em marketing, salários dos colaboradores, manutenção do local físico e demais.

Ou seja, mesmo não contribuindo de maneira direta com a atividade central do negócio, as despesas possuem uma função importante e seu uso pode influenciar no aumento da receita da organização. Elas podem ser:

  • despesas fixas: são aquelas que não variam conforme a quantidade produzida ou vendida pela companhia, como o material de escritório e mobiliário;
  • despesas variáveis: é o tipo que vai variar de forma proporcional de acordo com volume desenvolvido ou vendido pelo negócio, por exemplo, comissão dos vendedores.

Então, em que eles se diferenciam?

Resumindo, a diferença entre eles é que os custos estão relacionados à produção ou atividade fim de uma organização, enquanto as despesas estão ligadas à manutenção da empresa, sem impactar na sua produção.

Por que é importante entender a diferença entre eles?

Saber a diferença entre esses dois conceitos possibilita que o gestor conheça melhor as finanças da companhia, sendo possível mensurar a margem de contribuição, conferir os gastos relativos à produção e, dessa forma, definir o valor mais adequado para os produtos ou serviços. Lembrando que os custos estão direcionados para a produção, enquanto as despesas para o negócio.

Agora que você já sabe o que são custos ou despesas, para ter uma gestão eficiente e alcançar os melhores resultados para a empresa e contribuir para o seu crescimento saudável é importante fazer um bom planejamento por meio da análise de todos os itens que fazem parte do setor financeiro e, assim, elaborar as melhores estratégias para minimizar esses valores de forma responsável, aumentando a competitividade do negócio.

Gostou deste conteúdo? Então, siga as nossas redes sociais para ficar por dentro de todas as informações. Estamos no Facebook e Instagram!

como-abrir-uma-empresa-5-passosPowered by Rock Convert
Compartilhe:

Que tal conversar sobre
Planejamento Contábil?

Agende uma visita com a nossa equipe de especialistas.