Capital de giro: como aumentá-lo em empresas de transporte?

-
20/12/2018

Para que uma empresa de transportes se mantenha competitiva no mercado, principalmente no momento de crise econômica, é preciso manter um capital de giro elevado e capaz de manter o crescimento sustentável do negócio.

O capital de giro é a quantidade de recursos necessários para manter as atividades operacionais em pleno funcionamento em um determinado período. Ele é importante para garantir que a empresa consiga assumir seus compromissos e evitar a inadimplência, irregularidades e até mesmo ir à falência.

Pensando nisso, elaboramos este texto com algumas dicas de como aumentar o capital de giro da sua companhia e garantir sua estabilidade no mercado. Confira!

Dê prioridade à liquidez

Pelo fato do capital de giro ser utilizado para quitar despesas imediatas, é necessário estar atento à liquidez do negócio. Isso quer dizer que os recursos não podem ser todos comprometidos com investimentos a longo prazo.

Uma alternativa é aplicar em poupança e Certificados de Depósito Bancário (CDB), que são meios úteis para deixar o dinheiro protegido da inflação, mas disponível de imediato caso a organização precise fazer o resgate para pagar alguma dívida.

Controle o fluxo de caixa

Para garantir um capital de giro sempre positivo, é muito importante controlar o fluxo de caixa. Por isso, registre os valores que já entraram e os que têm prazo definido para entrar e não assuma dívidas contando somente com previsões de faturamento.

Além disso, durante uma fase financeira difícil, evite receber e fazer pagamentos a prazo com clientes e fornecedores.

Saiba negociar

Manter o capital de giro ativo não é uma tarefa simples, até mesmo porque é muito comum que os pagamentos em que os prazos se aproximam, sejam dificultados por clientes que não conseguem quitar suas dívidas.

Por isso, adote estratégias de negociações, como pedir prazos mais extensos aos fornecedores, conceder prazos mais curtos aos clientes, entre outros. Essa prática vai evitar o esgotamento dos recursos em caixa.

Evite fazer empréstimos

Mesmo se com todo o planejamento você ainda adquiriu dívidas, busque negociá-las com o pagamento a prazo das parcelas para a quitação das pendências. Em grande parte dos casos, os credores aceitam esse tipo de renegociação.

Caso não seja possível e você tenha que recorrer aos empréstimos, verifique se terá condições de pagar e se essa realmente é a melhor opção para resolver o problema. É importante pensar bem porque, empréstimos geram muitos juros e o atraso nas parcelas pode ocasionar prejuízos para o seu negócio.

Adote um sistema de gestão

Um sistema de gestão específico garante maior controle e redução de erros cadastrais que podem influenciar na economia da instituição. Entre as vantagens que um sistema pode oferecer, está a integração dos setores, o acompanhamento eficaz das movimentações financeiras e a elaboração um planejamento adequado – com base na situação real da empresa e facilitando a tomada de decisões.

Agora que você sabe como manter o capital de giro necessário para sua empresa de transporte, não espere mais para colocar essas dicas em prática e garanta o desenvolvimento e sucesso do seu negócio!

Este conteúdo foi útil para você? Então, aproveite sua visita no blog para ler agora mesmo outros posts sobre gestão, contabilidade e finanças!

Compartilhe:

Que tal conversar sobre
Planejamento Contábil?

Agende uma visita com a nossa equipe de especialistas.