Feedback Positivo Deve ser dado da maneira correta

01/08/2018

Um feedback positivo que não é dado de forma assertiva pode se tornar o motivo para queda da produtividade por comodismo do colaborador ou mesmo ser mal interpretado, gerando confusão no ambiente corporativo. Entender qual é a melhor estratégia para elogiar os seus colaboradores é essencial para que cada comentário se transforme em novas atitudes positivas e consequentemente em crescimento para a empresa.

A Importância do Feedback Positivo

O termo da língua inglesa feedback significa ‘realimentar’ ou dar uma resposta, e no âmbito empresarial tem grande relevância no aumento ou queda da produtividade dos colaboradores. Os membros da sua equipe anseiam por elogios quando realizar suas tarefas assertivamente e precisam de uma chamada de atenção quando estão seguindo por um caminho incorreto.

No entanto, obviamente, sob o ponto de vista dos colaboradores, os feedbacks positivos são os que farão falta. Se o gestor não reconhece por meio de um comentário o bom trabalho desempenhado por seus funcionários, dificilmente conseguirá o comprometimento deles para continuar acertando no comprimento das metas estabelecidas para o seu setor. Tão importante quanto observar e corrigir erros é demonstrar que está atento aos acertos.

Como Dar Feedback Positivo da Maneira Correta

Acima expliquei o quanto é necessário oferecer feedback positivo para os membros da sua equipe, no entanto, também é essencial fazer isso de maneira correta para que os elogios não percam o sentido e deixem de impactar os indivíduos para que aumentem o seu bom desempenho. A seguir vou pontuar as questões que devem estar bem resolvidas antes de dar os feedbacks para a sua equipe.

1 – Intimidade demais atrapalha

O papel de dar feedbacks é do gestor da equipe e, nessa posição, esse profissional não pode deixar que seu carinho e/ou intimidade com os subordinados o impeça de observar os pontos a serem melhorados ou focar somente nos elogios. Esse momento, por mais difícil e chato que seja, é o de conversar com cada membro da equipe, lhe indicando o melhor caminho a seguir. A dica básica é que não dá para dar apenas os feedbacks positivos sem tocar em pontos delicados que precisem ser discutidos.

2 – Não saber escolher as melhores palavras

Por mais curioso que pareça até mesmo um feedback positivo pode se tornar algo constrangedor e complicado. Os colaboradores quando sabem que estão indo para uma reunião de avaliação com o gestor se colocam numa posição defensiva, é natural do ser humano se comportar assim. Dessa forma, quando estão diante do gestor, prestes a ouvir sua avaliação, podem se sentir intimidados e encarar até mesmo frases amigáveis como pontuações negativas.

O líder de equipe deve aprender a escolher as melhores palavras para expressar as suas ideias, sendo facilmente compreendido pela pessoa que está sentada a sua frente. Não deixe margem para dúvidas, explicite que está contente com o desempenho do funcionário e cite quais são os pontos em que ele está se destacando. Não se esqueça, porém, de também pontuar, quais são os pontos em que ele pode eventualmente melhorar.

3 – Evite feedbacks públicos

O momento do feedback deve ser particular entre o gestor e o colaborador avaliado, independente de ser predominantemente positivo ou negativo. Alguns chefes acabam virando as suas equipes contra um determinado indivíduo ao elogiá-lo com frequência em detrimento dos demais.

Dizer para todos ouvirem ‘Fulano é o único que trabalha bem na equipe’ ou ‘Somente Fulano entende o que eu peço’ não é a maneira certa de despertar o bom desempenho da equipe. O mesmo é válido para feedbacks negativos, não exponha os membros da sua equipe.

4 – Ouça eventuais sugestões e reclamações

Após dar o feedback positivo para o colaborador, ouça com atenção o que ele tem a dizer sobre a forma como o trabalho vem se desenrolando, pois ele certamente tem pontos interessantes para abordar. Deixe claro que a opinião dele é importante e de nenhuma forma vai abalar o elogio feito anteriormente. Algumas pessoas podem se sentir intimidadas em fazer críticas a companhia após terem sido bem avaliadas, evite que isso aconteça.

5 – E se o feedback for negativo?

Os gestores não dão devem dar apenas feedbacks positivos e saber como transmitir a mensagem de que algo não está bem também é essencial para o futuro da equipe. Na hora de explicar para o subordinado o que não está indo tão bem, procure iniciar por elementos positivo, contudo, se não há nenhum ponto elogioso em destaque, fale sobre a predisposição do mesmo em ouvir as críticas.

Mencione para o seu colaborador que somente o fato dele buscar por esse feedback já o credencia como um profissional melhor. Atente para a questão de que jamais se deve iludir o interlocutor, isto é, lhe fazer elogios que não são correspondentes a qualidade do seu trabalho.

Fonte: marcusmarques.com.br por Marcus Marques

Compartilhe:

Que tal conversar sobre
Planejamento Contábil?

Agende uma visita com a nossa equipe de especialistas.